Copa do Mundo: hora de apostar no Mundial da Rússia!

As Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 finalmente terminaram e nós já conhecemos as 32 seleções que estarão na Rússia no ano que vem para a disputa do maior evento esportivo da face da terra.

É hora de conhecer um pouco mais sobre o evento, entender como será a disputa em 2018 e ainda descobrir:

 

– Um pouco mais sobre a história da Copa do Mundo

– Saber sobre a Copa do Mundo 2018

– Descobrir como apostar na Copa do Mundo 2018 no Betz Club com bônus

 

1 – História da Copa do Mundo

A Copa do Mundo foi criada em 1928 na França, pelo presidente da FIFA Jules Rimet. A primeira edição do campeonato foi realizada no Uruguai em 1930 e todas as seleções participantes entraram na competição por convite e não por méritos esportivos.

Pouquíssimas seleções europeias vieram para a América do Sul por conta da distância entre os continentes nesta primeira edição, que contou com 13 participantes e teve cara de uma Copa América com alguns convidados: Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru e Uruguai se juntaram a Bélgica, França, Iugoslávia e Romênia para a disputa.

A situação começou a mudar logo no Mundial seguinte realizado na Itália em 1934 com a participação do Egito, primeiro africano e em 1938 na França, quando a Indonésia se tornou a primeira seleção asiática a participar da Copa.

Porém esta história teve uma pequena pausa por conta da segunda guerra mundial logo depois. A Copa do Mundo voltou a ser realizada apenas no Brasil em 1950 e de lá para cá virou a competição mais aguardada do esporte mundial, sendo realizada a cada 4 anos.

E se na primeira edição houve convite, hoje existem Eliminatórias em todos os continentes para definir os classificados já que a FIFA possui mais de 200 países filiados, mais do que a ONU, que lutam por apenas 32 vagas na Copa do Mundo. Este número subirá para 48 seleções na Copa do Mundo de 2026.

 

2 – Maiores campeões da história

Ao todo já foram realizadas 20 edições da Copa do Mundo de futebol na história e o Brasil é o maior campeão da história do torneio com 5 títulos conquistados, em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002.

Itália e Alemanha aparecem logo na sequência com quatro títulos cada, enquanto Argentina e Uruguai já conquistaram por duas vezes a Copa do Mundo e França, Inglaterra e Espanha conquistaram um título cada.

Apenas seleções da América do Sul e Europa conquistaram o título até hoje, sendo 9 títulos para os Sul-americanos e 11 títulos para os Europeus.

 

3 – Seleções classificadas para a Copa do Mundo

Para a Copa do Mundo de 2018 teremos duas seleções classificadas pela primeira vez para o Mundial.  A primeira delas é a Islândia, sensação da última Eurocopa e que se transforma também no país com menor população já classificado para o Mundial: pouco menos de 320 mil habitantes.

A segunda novata em uma Copa do Mundo é a Seleção do Panamá, que se classificou nas eliminatórias da CONCACAF deixando pelo caminho a seleção dos Estados Unidos, presença constante nos últimos mundiais.

Além dos americanos outras seleções tradicionais não estarão na Rússia, e a ausência mais sentida será a da tetracampeã Itália que pela primeira vez desde 1958 não participará de uma Copa. A Holanda, que apesar de nunca ter conquistado é sempre uma força também ficou de fora assim como o Chile, atual campeão das duas últimas edições da Copa América.

Confira a lista de classificados para a Copa do Mundo de 2018:

– Rússia (Europa/país-sede)

– Brasil (América do Sul)

– Irã (Ásia)

– Japão (Ásia)

– México (América Central e do Norte)

– Bélgica (Europa)

– Coreia do Sul (Ásia)

– Arábia Saudita (Ásia)

– Alemanha (Europa)

– Inglaterra (Europa)

– Espanha (Europa)

– Nigéria (África)

– Costa Rica (América Central e do Norte)

– Polônia (Europa)

– Egito (África)

– Sérvia (Europa)

– Islândia (Europa)

– França (Europa)

– Portugal (Europa)

– Uruguai (América do Sul)

– Argentina (América do Sul)

– Colômbia (América do Sul)

– Panamá (América Central e do Norte)

– Senegal (África)

– Marrocos (África)

– Tunísia (África)

– Croácia (Europa)

– Suíça (Europa)

– Suécia (Europa)

– Dinamarca (Europa)

– Austrália (Disputa as eliminatórias da Ásia mesmo sendo da Oceania)

– Peru (América do Sul)

 

4 – Preparação da Rússia para o Mundial

A Rússia foi escolhida em 2010 para ser a sede da Copa do Mundo de 2018, no mesmo dia em que o Catar foi escolhido polemicamente como a sede para 2022.

Para esta edição da Copa do Mundo serão utilizados 12 estádios em 11 cidades sede diferentes, sendo apenas Ecaterimburgo na Rússia Asiática. As demais cidades: Moscou (única que terá dois estádios), São Petersburgo, Kaliningrado, Kazan, Níjni Novgorod, Samara, Volgogrado, Saransk, Rostov do Don e Sóchi ficam na parte europeia da Rússia, em uma decisão tomada para diminuir os tempos de viagem das Seleções.

Dos estádios utilizados sete foram construídos do zero: Arena Mordovia, Arena Rostov, Arena Otkrytie, Estádio de Kaliningrado, Estádio de Níjni Novgorod, Estádio de Samara e Arena Volgogrado.

Dois serão reformados: Estádio Lujniki e Estádio Central.

Dois já existiam: Arena Kazan, Estádio e Olímpico de Fisht.

Um foi reconstruído: Estádio Krestovsky

 

5 – Apostas na Copa do Mundo

A Copa do Mundo é sem nenhuma sombra de dúvidas o torneio do mundo considerando todos os esportes que movimenta a maior quantidade de dinheiro a cada partida. Para se ter uma ideia dos montantes envolvidos, um jogo das eliminatórias sul-americanas para o Mundial movimenta cerca de 35,5 milhões de Euros em apostas esportivas no mundo inteiro.

E quem acha isso muito, vale lembrar que o valor movimentado por uma partida nas eliminatórias europeias é quase o dobro disso: nada menos do que 66 milhões de euros por jogo, algo em torno de R$ 245 milhões.

A expectativa é que no total as apostas na Copa do Mundo de 2014 no Brasil tenham movimentado no mundo inteiro nada menos do que 14 bilhões de reais, muito impulsionados por apostas em eventos “raros” como os 7×1 sofridos pelo Brasil contra a Alemanha ou a mordida de Luis Suárez em Chiellini no jogo Uruguai x Itália.

 

6 – Brasil renascido e entre os favoritos

O Brasil sempre aparece como um dos favoritos em qualquer que seja a edição da Copa do Mundo por sua tradição e respeito que causa nos adversários, embora esta história tenha sido arranhada seriamente após os 7×1 sofrido para a Alemanha em casa na última edição do mundial.

Mas a chegada de Tite para o comando da equipe liderando uma geração promissora que além de Neymar conta com bons jovens nomes como Philippe Coutinho, Casemiro e Gabriel Jesus aliados a experiência de nomes consagrados como Marcelo e Daniel Alves parece ter trazido novo ânimo para o Brasil, que além de se tornar o primeiro classificado para a Copa também figura entre os favoritos junto com a atual campeã Alemanha e a não menos promissora geração francesa.

Espanha e Argentina completam a lista de favoritos faltando menos de um ano para a Copa do Mundo de 2018.

 

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a Copa do Mundo, que tal se cadastrar no Betz Club e ir aquecendo os seus palpites? Antes de apostar na Copa do Mundo 2018 você poderá se cadastrar apostar com um uma Free Bet de 100% do valor do seu primeiro depósito no site, aproveite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *